O surpreendente som black de Mayer Hawthorne

A primeira vez que o ouvi foi por acaso, no rádio do carro. Pensei ser ele um cantor negro de soul, dos anos 60 e 70. Seu modo de cantar, a sonoridade da banda, a melodia, tudo remetia à deliciosa e genuína black music daquela época.

Porém, fiquei com uma pulga atrás da orelha e ao chegar em casa fui direto ao computador pesquisar aquela música, saber de quem era, de que época. Minhas suspeitas foram surpreendentemente confirmadas.

O cantor em questão é Mayer Hawthorne, um norte-americano de 33 anos de idade, branquelo, que se apresenta com ternos bem cortados e óculos retrô, num visual que lembra muito Buddy Holly. Passa a impressão de ser um típico personagem nerd retirado de um daqueles filmes que retratam os anos 60.

Seu som, enquadrado na infindável e maravilhosa categoria neo soul, é mesmo irresistível. Dançante, sedutor, alto-astral.

Em seu site, ele diz que não está tão interessado em trazer de volta os bons velhos tempos quanto está, de fato, em criar os novos bons tempos.

Possui três álbuns lançados: A Strange Arrangement (2009), Mayer Hawthorne & The County Direct to Disc (2011) e How Do You Do (2011).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: